Investimentos em ações de mercado é um negócio de risco ou é um negócio tranquilo?

Sempre será um negócio de risco. Um negócio próprio, que é considerado o melhor negócio do mundo, é o seu risco e é também um investimento.

Então, o que é melhor? Já que você vai entrar numa festa, sair de casa, atravessar a cidade e se expor em um ambiente diferente, e lá tem um banquete sobre a mesa… Você prefere pegar o couvert na ponta da mesa ou degustar o prato principal?

Já que é para fazer um investimento, vamos investir no melhor lugar do mundo – vamos investir no SP500, nas empresas que têm moeda forte como Apple, Amazon, Tesla, entre outras excepcionais companhias disruptivas. Se é para fazer, invista na melhor peça do mercado. E é para isso que existem os especialistas. Eles orientam os clientes onde, em que tipo de produto e por quanto tempo investir. O objetivo é buscar fundos eficientes e de fácil compreensão.

Daqui dos EUA ouço o alvoroço que está tendo no Brasil do mercado imobiliário. Se aí está bom, imagine como está por aqui, em terras do tio Sam, um lugar onde tem fila para morar e leva anos para tirar um green card.

Os EUA estão vivenciando um momento espetacular. Se voltarmos a 2008, em plena crise histórica no segmento imobiliário, levou menos de um ano para se recuperarem.

Além de terem um potencial de ganho muito bom, em moeda forte e, ainda, com boa regulamentação, os EUA mostraram em 100 anos que a pior crise não durou nada.

Eu sempre incentivo a todos a fazerem investimentos no primeiro mundo, levando em conta que só a área imobiliária dos EUA é do tamanho do PIB do Brasil – uma verdadeira magnitude ao seu dispor.

Vem comigo!